Depoimentos
23 de julho de 2019
Você sabe como cortar cabelo?
24 de julho de 2019

Como eu aprendo a cortar cabelo?

Quando iniciei minha profissão como cabeleireiro esta foi uma das perguntas que me fiz e de verdade a faço a te hoje!

Por muito tempo em minha vida profissional vários questionamentos me acompanharam e quero aqui dividir com vocês algumas das incansáveis perguntas que eu me fazia diariamente:

1. Porque a cliente pede um corte e eu não sei fazer?
2. Por onde começa um corte de cabelo?
3. Será que eu sei cortar cabelo?

Estas perguntas internas nunca foram barreiras para mim e sim sempre foram motivo para ação, e cada vez que eu me perguntava internamente mais me sentia motivado em encontrar as respostas e são estas respostas que hoje quero dividir com você.

1. Porque a cliente pede um corte e eu não sei fazer?

Esta pergunta foi difícil encontrar a resposta, pois a resposta estava em comparativo de informações que eu não tinha acesso e a aceitação do que eu sabia não era o suficiente para entender de corte de cabelo o suficiente para entregar o desejo de minha cliente.

Só foi ao longo de muitas falhas e frustrações que percebi que precisava de ajuda, e aceitar que o que tinha sido plantado em minha cabeça não era verdade: “você acabou de se formar um cabeleireiro”. Esta frase tem muita força e infelizmente não foi verdadeira para mim, pois sim, eu avia terminado o meu primeiro curso e me foi vendido a ideia que eu já era capaz de entregar o desejo de minha cliente, e na realidade do dia a dia descobri que precisava voltar para escola.

Digo o que aprendi depois foi mais terrível ainda, eu descobri que eu nunca deixaria de frequentar novos cursos, e o que era terrível naquele momento “lembrando eu tinha 15 anos de idade”, se tonou em uma paixão de hoje.

A resposta para a pergunta é simples me faltava conhecimento.

MINHA PROFISSÃO TEVE 4 MOMENTOS:

Primeiro momento – QUANDO EU ACHAVA QUE SABIA.
Segundo momento – QUANDO EU DESCOBRI QUE NÃO SABIA.
Terceiro momento – QUANDO DESCOBRI COMO APRENDER
Quarto momento – QUANDO DESCIDIR A ENCINAR.

2. Por onde começa um corte de cabelo?

Normalmente imaginamos que o corte de cabelo tem início no processo de execução, certo? Quando já estamos com a mão na massa, abrindo e fechando a tesoura… Mas você sabia que cortar o cabelo agrupa vários elementos e que não começa aí em abrir e fechar a tesoura? Pois é, o começo corte é bem anterior e leva em consideração diversas observações.

Mas não se desespere, para que você tenha o devido conhecimento de como cortar cabelos, vamos falar passo a passo do conjunto de processos.

E resposta para segunda pergunta:

TUDO COMEÇA PELO DIAGNOSTICO

O diagnóstico permeia por assuntos que nos ajudarão a construir uma estrutura de corte de cabelo bem mais assertiva. E, se estamos falando sobre os conceitos, que tal colocarmos aqui os principais tópicos deste universo?
Imagine que, neste momento, estamos frente a frente a cliente no salão e repentinamente ela diz: Se eu fosse mudar meu corte de cabelo, o que você me indicaria?

É nesse momento que você tem indícios do início do corte, onde a técnica e experiência do cabeleireiro são levadas em conta e analisadas mais ferreamente pelas clientes.

Perceba que esta pergunta já nos força a uma análise mais criteriosa, não apenas ao que diz respeito sobre tendências ou moda, mas sobre assuntos que nos ajudarão a identificar e tomar a melhor decisão.

As tendências e a moda são itens de alta importância, e precisam ser dominados por nós profissionais cabeleireiros, entretanto, falaremos sobre eles em outra oportunidade já que o principal foco aqui é o corte de cabelo.

Vamos tentar nos concentrar no tema então, por onde começar o corte de cabelo? – Lembre que a pergunta ainda circunda a mudança e as opções que melhor se encaixam ao perfil da cliente.

Podemos seguir dois caminhos:

PRIMEIRO

– Fornecemos à cliente somente opções dos 3 ou 4 cortes que sabemos fazer com confiança;

ou

SEGUNDO

– Iniciar um DIAGNÓSTICO, afim de encontrarmos as respostas mais certas ao caso específico que trabalharemos.

Posso dar uma dica? Não escolhe a primeira opção não, pois vou contigo, lhe guiando, para a segunda e mais adequada escolha!

Uma vez que a cliente já está acomodada, confortável e devidamente preparada para esta análise iniciaremos com a identificação de alguns quesitos:

“ESPESSURA DOS FIOS”

Precisamos perceber se o cabelo da cliente possui estrutura capilar fina, média ou grossa.
Só esta informação já é de extrema importância, pois se o desejo da cliente for criar volume e os fios forem finos acertaremos em criar forma e efeito, já se o cabelo for grosso e o desejo for tirar volume já escolheremos outra técnica e assim sucessivamente.

Olha que interessante como uma pequena percepção já nos abre um leque de oportunidades!

“POROSIDADE”

Verificar esse aspecto significa observar se as cutículas do cabelo estão eriçadas, dilatadas ou “abertas”.

Assim, se o cabelo estiver muito poroso, teremos que avaliar com muito mais cuidado a utilização de ferramentas e efeitos, pois os fios, nessas condições, podem perder massa e peso, influenciando no caimento final do corte.

O mais interessante deste processo de “DIAGNÓSTICO” é que ele é rápido e fará muita diferença no resultado final!

“DENSIDADE DE FIOS”

Quem de nós nunca ouviu da cliente “nossa como eu tenho muito cabelo! ”? Devemos sempre identificar se a quantidade de cabelo é pouca, média ou muita…. Querendo ou não, isso irá determinar a técnica utilizada e o formato do corte.

Por exemplo se o mais indicado são fios inteiros (sólidos) ou em degradê (camadas aumentadas). Em uma escolha de um corte especifico podemos não obter o resultado desejado se não levarmos em conta a densidade dos fios.

Devemos ficar atentos a todas as informações possíveis, nada é por acaso.

“FORMATO DOS FIOS”

Se é liso, ondulado ou crespo.

Vamos imaginar a seguinte situação, a cliente chega para no salão co o cabelo já escovado e escolhemos um corte com detalhes para cabelos lisos (essa cliente não tem o costume de fazer escova e nem muito menos sabe fazer e o pior o desejo dela é usar natural) e não observamos este ponto como um item sério, eu afirmo ao fazer o corte pensando no cabelo liso acabamos de criar um enorme problema.

“PROCESSOS QUÍMICOS”

Cabelo descolorido, colorido, alisado ou mesmo quebrado.

Quais processos químicos existem neste fio, que alteram a forma e ainda se a condução foi feita dentro de padrões minimamente aceitáveis sem acumulo de endurecimento ou enrijecimento nas pontas. Levar em conta o histórico químico do cabelo irá nos ajudar a nos comprometer com o resultado ou não.

“COURO CABELUDO”

Se faz na identificação se este couro e fio é oleoso, normal ou seco.

Esta informação pode parecer desnecessária, mas se este couro cabeludo tiver algum desequilíbrio irá afetar diretamente na acomodação do corte do cabelo escolhido.

“LINHA DE CONTORNO”

Este item pode parecer novo para muitos, mas nunca podemos deixar de levar em consideração este ponto de observação e esta é a Linha que define o interior e o exterior onde começa o nascimento dos fios na cabeça, esta observação não só se faz muito importante quanto ela está ligada diretamente com o DIRECIONAMENTO DO CRESCIMENTO DO FIO DA RAIZ, este item tem como a observação o nascimento dos fios no couro cabeludo.

Vejamos quantos resultados entregamos com limitações quando não observamos este item de extrema importância, imagine se decidirmos acomodar uma franja e executamos o corte e criamos leveza nesta franja e aí aprece o problema e os fios não acomodam.

E a terceira pergunta só veio aparecer aqui no final.

3. Será que eu sei cortar cabelo?

Esta resposta continuo me fazendo até hoje mesmo depois de já ter aprendi algumas coisas nesta jornada de 33 anos e lhe garanto quero continuar a buscar e buscar.

Por isso, faça seus comentários, me fale sobre sua dificuldade e como posso te ajudar que logo teremos o nosso próximo encontro!

Seu amigo Claudiney Ravaglia
Será um grande prazer se você se inscrever no meu canal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale Conosco